domingo, 23 de agosto de 2009

O médico e o monstro

Alguns anos atrás, a televisão exibiu uma série chamada " O médico e o monstro". O ator era Sérgio Cardoso. Ele era um médico que desenvolveu uma fórmula em seu laboratório, e testava nele mesmo. Esta fórmula o transformava em um monstro.
Esta série lembra um outro filme em que o ator que o protagonizava, era Jerry Lewis. Mas agora a história se repete, só que na vida real. O médico e o monstro chama-se Dr. Roger e seu elenco é formado involuntariamente por mulheres que apenas desejavam a bênção de se tornarem mães.
Pois é, dizem que a arte imita a vida, mas parece que agora a vida está imitando a arte. Que feio! Que repulsa que causa esta situação!

Tenho todo o respeito pela classe médica, mas esses monstros podem estar em qualquer lugar.
Para nós mulheres e nossos filhos o bom sempre estarmos acompanhados. A presença de uma segunda pessoa evita muitos problemas.
Nossos filhos são tesouros. Cuidemos deles, mesmo que já não sejam mais crianças.

E voce já olhou para o seu filho(a) hoje?.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Tudo de novo


Hoje eu estou um pouco triste. Parei para pensar na injustiça social, moral, etc. Como justificar algo quando não te ouvem, quando não te permitem argumentar? O que fazer para juntar os cacos e digerir tudo de forma que se recupere a alegria? Não conheço uma boa receita que não seja a Bíblia. A Palavra de Deus, ou a própria voz de Deus tem o fabuloso poder de abrir nossos olhos, haja vista a Sua pureza. Temos que ceder às vezes, que renunciar muitas vezes se quisermos ter um pouco de paz.
De novo vou ceder, por amor a Deus e aos outros. De novo vou tentar mais uma vez até que o meu Redentor diga: Basta!
Texto por: Derci Rocha

terça-feira, 14 de julho de 2009

paz

"E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus".
Paz
Muitos lutam em busca desta paz, mas só é possível encontrá-la através de Jesus Cristo. Os monstros, (é como eu costumo chamá-los), que perturbam a mente humana precisam ser derrotados pela palavra de Deus. É claro que falo do que sei e vi, e de experiências fortes na vida de pessoas de bem, que desejavam só um pouco de paz. Vamos então fazer a faxina, e tirar as sujeiras que ficam embaixo do tapete da nossa casa espiritual.
Convido você a navegar pelo caminho da libertação nas asas do Altíssimo.
...Nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe e, pôr meio dela, muitos sejam contaminados. Hebreus 12.15.
Os monstros perturbadores são: orgulho, ódio, amargura, ansiedade, inferioridade, desânimo, medo, rejeição, ressentimento, rancor, depressão, tristeza e muitos outros...
Nós somos limitados e muitas vezes desconhecemos o que esta por trás das lutas, enfermidades e provações que sofremos no dia a dia. Há vários fatores que causam estes desastres emocionais; o governo, a crise, ou até as pessoas que nos cercam; mas na maioria das vezes o problema esta em nos mesmos O que fazer? Como mudar? Esta é a pergunta que não quer calar até que se encontre uma resposta. Sou muito estudiosa, pois, lido com pessoas e elas dependem de mim para ouvi-las e ajudá-las. Esse amor arde em meu coração. Gosto de gente e me importo com elas. Esse tipo de amor vem do Pai Celeste, e é por isso que agimos assim.
A TOLERÂNCIA
O ser humano em conflito, precisa mudar a si próprio. Quando voce muda, voce é mais tolerante, se voce é mais tolerante voce é mais manso, e sendo mais manso, tem a capacidade de perdoar. Não é fácil perdoar, mas o perdão despedaça os grilhões, trás reconciliação e paz.
Estes monstros que também chamo de gigantes, trazem dor, perturbação e atrapalha a vida do ser humano; e o orgulho é um deles.
ORGULHO- É um alto conceito de si mesmo; soberba; insatisfação, excesso de amor próprio. O orgulho é condenado com veemência, porque infringe o primeiro principio da sabedoria, que o temor a Deus. Muitas vezes ministrando à mulheres nos lugares que Deus te me enviado, até mesmo fora de São Paulo, presenciei a ação desses gigantes. A dificuldade de perdoar trazia sofrimento a elas, mas no final sempre dava tudo certo, e o nome do Senhor era glorificado e sempre o será. A ele, somente a ele, toda a Glória e todo o louvor. No nosso próximo encontro, continuaremos falando um pouco mais sobre este gigante que afeta maioria das pessoas. Que voce tenha paz na sua casa, no seu trabalho, na sua comunidade ou na sua igreja, mas principalmente dentro de voce. Deus o abençoe.